Buscar
  • Litroz

O fim do ponto morto

Atualizado: 29 de Ago de 2018


Muitos motoristas têm o hábito de desengrenar o carro em descidas ou mesmo em estradas planas em maior velocidade. Supostamente, "soltar" o carro é uma forma de economizar combustível em situações como essas, mas isso raramente é verdade.



Antigamente, quando os carros possuíam carburador, ao retirar o pé do acelerador e pisar no pedal embreagem, ou colocar o cambio em ponto morto o carburador entrava no sistema de marcha-lenta que passava a injetar menos combustível. Hoje, porém, o sistema utilizado nos veículos é de injeção eletrônica, que possui estratégias de injeção. Isso significa que retirando o pé do acelerador, e colocando o cambio em ponto morto, ou pisando no pedal de embreagem a injeção entrará em modo de marcha-lenta e enviará menos combustível. Mas, se apenas for retirado o pé do acelerador e com o carro engatado (sem pisar na embreagem e com a marcha engatada) a injeção entrará com uma estratégia de injeção chamada CUT OFF, o corte de combustível.


Para ativar esse modo de corte de combustível, o motorista deve retirar o pé do acelerador sem pisar na embreagem, e deixar que o carro ajuste sua velocidade. A injeção entende que a intenção é de desacelerar o carro e então cessa os pulsos para os bicos injetores, cortando o combustível.


Vale dizer que a ativação do modo CUT OFF não é imediata, por isso, em trechos com declives mínimos, em que engatado o motor continua a apresentar rotações mais altas, vale deixar o carro em ponto morto, mas, em todas as outras situações, a banguela não se mostra como sendo a melhor opção.


Para aqueles que não abrem mão da "banguela", tem que tomar cuidado, pois existe uma lei contra esse tipo de condução; O artigo 231, inciso IX, do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), classifica o ato de "[rodar] desligado ou desengrenado em declive" como infração média, com perda de quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e multa de R$130,16, com possível apreensão do veiculo. O ato de dirigir desengrenado é considerado muito mais perigoso pois prejudica o sistema de freios e pode dificultar a direção do carro.


Moral da história: dê preferência a dirigir sempre com o carro engrenado que, além de ser mais econômico na maioria das vezes, é também a forma mais segura de dirigir.

220 visualizações

SOBRE

Somos uma startup de gestão de abastecimento e controle de gastos com combustível.

  • Litroz
  • Litroz
  • Ícone cinza LinkedIn

CONTATO

E-mail: contato@litroz.com

Telefone: +55 (31) 3956-0887

      +55 (31) 98582-3705

Endereço: Rua dos Otoni, 428, Santa Efigênia, Belo Horizonte - MG 30890-900

NAVEGAÇÃO

BAIXE O APLICATIVO

Faça o download do app da Litroz

Consulte saldo, postos e histórico de abastecimento.

LITROZ © 2018. Site por Alessandra Morato & Adriano Brito.

Logotipo da empresa de Gestão de Combustível Litroz